SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
04/01/2011 - 00h41m

ACABA JORNADA DE 6 HORAS. SIQUEIRA DETERMINA QUE OS SERVIDORES CUMPRAM 8 HORAS, A PARTIR DE AMANHÃ

 

Após cinco horas de reunião do secretariado, o porta voz do governador Siqueira Campos (PSDB), o presidente da Agência Tocantinense de Notícias (ATN), Sandro Petrilli, anunciou que o governador Siqueira Campos (PSDB) e sua equipe decidiram acabar com a jornada de seis horas estabelecida pelo ex-governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) logo após as eleições.

Segundo Petrilli, o ato que restabelece a jornada de oito horas deve ser assinada pelo governado nessa terça-feira, 4, e os funcionários voltam a ter jornada integral a partir de quarta-feira, 5.

A decisão pode gerar o primeiro atrito entre governo e funcionalismo. Isso porque o Sindicato dos Servidores Públicos do Estado (Sisepe) já tinha anunciado a intenção de lutar pela manutenção da jornada de seis horas.

Redução de custos
O presidente da ATN confirmou que a equipe de Siqueira Campos pretende diminuir até 70% das estrutura de governo nos próximos dias. Contudo, não confirmou se serão feitos cortes de funcionários comissionados de imediato. “Vamos tomar pé da situação. Nesse primeiro momento cada secretário irá fazer uma análise de sua pasta”, disse Sandro Petrili.

Segundo o presidente na reunião dessa manhã, Siqueira Campos e seus secretários não discutiram a questão dos funcionários comissionados. Ele também não soube informar será o destino dos funcionários das secretarias que foram extintas, como a secretaria de Governo que tinha mais de mil servidores lotados.

Para economizar custos, cada secretario deverá utilizar seus próprios veículos para se locomoverem em Palmas. Os veículos oficiais devem ser utilizados apenas para as viagens.

Reunião
A primeira reunião com o secretariado começou por volta das 9h30 desta segunda-feira, 3, e terminou por volta das 14h30. Siqueira e seus secretários do primeiro escalão se reuniram na sala de reuniões do Palácio Araguaia.

Petrilli ainda anunciou que, de imediato, serão providenciados os atos determinado a construção dos Hospitais Gerais de Araguaína, Gurupi, Araguatins e Augustinópolis. Além disso, serão providenciados outros atos para a “revitalização” das estruturas da Saúde, ja existentes. Segundo o porta-voz, a “a Saúde será prioridade no governo Siqueira Campos”.

Sandro Petrili informou ainda que serão montados grupos de parcerias no Executivo para trabalharem em conjunto em algumas propostas do governo Siqueira Campos. Segundo ele, um grupo formado por representantes da Secretaria da Fazenda, do Procon e do Ipem (Instituto de Pesos e Medidas) e do governo na Celtins deverá trabalhar para buscar a “redução” da tarifa de energia e na verificação de “anomalias” nos preços dos combustíveis. Ambos foram propostas de campanha de Siqueira.

Outro grupo formado por representantes das secretarias de Educação, Comunicação, Infraestrutura, Cidades, Saúde, do Detran (Departamento de Transito) e da Polícia Militar deverá trabalhar na redução dos acidentes e na Educação no trânsito.

Representantes das secretarias de Recursos Hídricos, Indústria e Comércio, Oportunidades, do Naturatins, do Ruraltins, da Procuradoria e da Polícia Militar deverão atuar na formação dos procedimentos de licenciamento ambiental e ordenação florestal. Por fim, um grupo formado por representantes das secretarias de Educação, Juventude, Fazenda e Ciência e Tecnologia trabalhará na implantação da bolsa de estudos via cartão magnético.

Segue abaixo os 26 secretários e chefes de autarquias que participaram na primeira reunião de Siqueira Campos:

Secretário da Administração – Lúcio Mascarenhas Martins
Secretário de Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário – Jaime Café de Sá
Secretário Chefe da Casa Civil – Renan de Arimatéa Pereira
Secretário Chefe da Casa Militar – Coronel Luiz Cláudio Benício
Subsecretário Chefe da Casa Militar – Tenente-coronel Alfrenésio Martins Feitosa
Secretária Chefe do Gabinete do Governador – Jaysa Santos de Oliviera
Superintendente de Gestão Comunitária e Social – Maria Tereza Rocha
Secretário de Segurança, Justiça e Cidadania – João Costa Ribeiro Filho
Comandante Geral do Corpo de Bombeiros – Coronel Heraclides Pereira Filho
Comandante Geral da PM – Coronel Marielton Francisco dos Santos
Secretário da Comunicação Social – Arhenius Fábio Giovannetti Naves
Secretário da Educação – Danilo de Melo Sousa
Secretário de Desenvolvimento Sustentável e dos Recursos Hídricos – Divaldo José da Costa Rezende
Secretário de Fazenda – Sandro Rogério Ferreira
Secretário das Oportunidades – Omar Antônio Hennemann
Secretário de Habitação – Igor Pugliese Avelino
Secretário de Indústria, Comércio e Turismo – Ernani Soares de Siqueira
Secretário de Infraestrutura - Alexandre Ubaldo Monteiro Barbosa
Secretário de Juventude e dos Esportes – Olyntho Garcia de Oliveira Neto
Secretário de Planejamento e da Modernização da Gestão Pública – José Eduardo Siqueira Campos
Secretário Extraordinário da Articulação Institucional – Raimundo Nanto Pires dos Santos (Raimundo Boi)
Secretário da Saúde – Arnaldo Alves Nunes (interino)
Secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social – Agimiro Dias da Costa
Secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano – Ronaldo Dimas Nogueira Pereira
Secretária de Cultura e presidente interina da Fundação Cultura – Kátia Terezinha Coelho da Rocha
Presidente do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Tocantins (Ipem) - Raimundo Costa Parrião Júnior

Fonte: Portal CT

© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare