SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
28/12/2010 - 19h22m

SIQUEIRA ANUNCIA MAIS 10 NOMES, TROCA AGUATINS POR ATS E EXTINGUE SECRETARIA DE GOVERNO

 

Foram anunciados na manhã desta terça-feira, 28, mais dez membros que irão compor a equipe do governador José Wilson Siqueira Campos (PSDB). Durante coletiva, foi anunciada a substituição da Aguatins pela Agência Tocantinense de Saneamento (ATS). Outra surpresa para os presentes: a extinção da Secretaria de Governo (Segov). Segundo o porta-voz do governo, jornalista Sandro Petrilli, o Estado irá acabar com o “clientelismo e o fisiologismo”.

Os indicados são: secretário-chefe da Casa Civil, Renan de Arimatéa; secretário da Administração, Lúcio Mascarenhas Martins; controlador-geral do Estado, Eldon Manoel Barbosa; procurador-geral do Estado, Bruno Nolasco de Carvalho; subprocurador-geral do Estado, Adelmo Aires Júnior; corregedor da Procuradoria Geral do Estado, Deocleciano Gomes Filho; secretário-executivo de Segurança Pública, Giácomo Francisco Santoro; secretário das Oportunidades, Omar Henneman, secretário-executivo das Oportunidades, Raimundo Rocha; e presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), Edmundo Galdino da Silva.

Ao todo já foram anunciados 54 nomes de secretários, subsecretários, secretários executivos, presidentes de autarquias e cúpula militar. Faltam ainda Secretarias de Saúde, Planejamento, Fazenda e Recursos Hídricos; Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização dos Serviços Públicos (ATR); Fundação Cultural, Fundação Medicina Tropical, Mineratins, Escola Técnica de Saúde (ETSUS) e Agência de Fomento.

ATS substituirá Aguatins
Em entrevista ao CT, o presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), Edmundo Galdino da Silva, disse que, além do nome mudado, os trabalhos serão mais extensos. “Vamos trabalhar em conjunto com a Secretaria de Insfraestrutura, fazer um levantamento sobre a situação atual do Estado e priorizar os pequenos e médios municípios”.

Galdino disse ainda que ATS irá atuar em parceria com a Fundação Nacional da Sáude (Funasa), Ministério e Secretaria das Cidades e Ministério da Integração Regional, via Secretaria da Infraestrutura. “Água e esgoto não serão apenas reivindicação, mas um direito da população”, afirmou o secretário.

Fonte: Portal CT

© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare