SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
26/01/2012 - 08h02m

População brasileira é a que tem menos retorno dos impostos que paga, mostra estudo

 

A população brasileira é a que vê menos retorno dos impostos que paga ao governo. É o que mostra um levantamento feito pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário) com os 30 países que têm as maiores cargas tributárias do mundo.

 

 Segundo o estudo, a carga tributária brasileira é de 35,13%. Isso significa que os impostos pagos pela população ao governo federal, Estados e municípios correspondem a 35,13% de toda a riqueza gerada no país (PIB).

 

País tem IDH baixo

 

 Essa não é a maior carga tributária do mundo. Na Suécia, por exemplo, o índice é de 44,08%.

 

 Mas, para verificar se os valores arrecadados estariam retornando à população por meio de serviços de qualidade, o estudo considerou também o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de cada país.

 

 Nesse quesito, o Brasil aparece em último lugar entre os países pesquisados, com IDH 0,718. Isso fez com que ele ficasse também em último lugar na lista geral.

 

 Austrália figura no primeiro lugar da lista

 

 O Brasil aparece no último lugar do ranking pelo segundo ano consecutivo. O país está atrás de outros países da América do Sul.

 

 O Uruguai, por exemplo, aparece na 13º posição do ranking, com carga tributária de 27,18% e IDH de 0,783.

 

 A Argentina está no 16º lugar. A carga tributária no país vizinho é de 29% e o IDH, de 0,797.

 

 Austrália, Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão são os países que melhor fazem aplicação dos tributos arrecadados, segundo o levantamento do IBPT.

 

 Alguns países da Europa também aparecem mal posicionados no ranking. É o caso, por exemplo, de França (26º lugar) e Bélgica (28º). A Itália é o segundo mais com pior colocação (29º), à frente apenas do Brasil.

Com informações: site FENAFISCO/UOL

 
© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare