SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
13/11/2010 - 11h52m

Politica em Palmas: Raul empossa novos auxiliares e anuncia que fará demissões

 

Prefeito alega que reestruturação administrativa e corte na folha vai gerar economia de R$ 360 mil por mês

Em evento para anunciar novos secretários municipais e reformas na estrutura da administração pública de Palmas, o prefeito Raul Filho (PT) disse que as mudanças, através de medida provisória nº 11 assinada ontem, são imediatas e devem levar ao enxugamento das despesas de pessoal, custeio e encargos sociais. “Naturalmente, ficará pessoas sem contracheque”, disse o prefeito sobre os reflexos das mudanças anunciadas. Houve criação e extinção de secretarias, a troca de nove auxiliares e a chegada de cinco novos secretários e uma chefe de autarquia. O prefeito disse que optou em fazer as mudanças no fim do ano para que os novos auxiliares possam acompanhar os detalhes do orçamento 2011.

“No momento que você funde secretarias ou exclui outras, automaticamente corta-se pessoal. Não tem como você fazer omelete sem quebrar o ovo”, disse o prefeito sobre o corte de pessoal.

O prefeito não estimou quantitativo nem percentuais dos que serão demitidos, mas alegou que o corte na folha de pagamento deve levar à economia de R$ 360 mil/mês. Quando questionado sobre o anúncio de demissão ser uma medida impopular, disse: “Quando você não tem alternativa, você não tem que sequer consultar partidos ou qualquer reflexo de ordem política, você tem que fazer! Nós toleramos isso dentro do possível e agora já não é mais possível”.

Pastas
Foi criada a secretaria de Segurança Pública, Trânsito e Transporte que tem como secretário o tenente-coronel Antonio Joaquim Benvindo, que estava no comando da Guarda Metropolitana da Capital. A Guarda foi transformada em superintendência, assim como a Agência de Trânsito, Transporte e Mobilidade (ATTM).

A secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, que estava com Jair Junior, foi desmembrada em duas pastas. A secretaria de Infraestrutura fica com José Francisco dos Santos (engenheiro civil e ex-secretário estadual de Infraestrutura) que ocupava desde agosto a Secretaria Extraordinária de Articulação Urbana. E a Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, com o vereador Hermes Damaso (PDT), que se licenciou para assumir o posto.

Mudanças
Criada por Raul Filho no primeiro mandato na prefeitura, a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação teve Eduardo Manzano como secretário desde o início. Com a reforma de ontem ele deixa o cargo que passa a ser ocupado por Kenniane Nogueira, até então coordenadora de habitação. Na secretaria de Planejamento e Gestão sai Tadeu Zerbini e entra Ana Carolina Emerich, que ocupava o cargo de coordenadora de planejamento. A secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural, que estava com o suplente de vereador Jucelino Rodrigues, fica com Joel Borges, que era secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Esta secretaria passa a englobar os trabalhos até então realizados pela Fundação de Ciência e Tecnologia (agora, extinta). A vaga deixada por Joel Borges ficou com José Arcanjo Junior.

A secretaria de Governo, até então com o vereador Ivory de Lira (PT), ficará com José Messias (PT). Dos novos auxiliares, ele foi o único que não tomou posse ontem porque ainda vai se desligar da Caixa Econômica Federal onde ocupa o cargo de gerente. No segundo escalão: sai Pierre de Freitas e entra Kátia Maia Flores na Fundação Cultural.

Principais mudanças
Criação da Secretaria de Segurança Pública, Trânsito e Transporte; a ATTM e a Guarda passam a ser superintendências;

Desmembramento da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos em duas novas secretarias: a de Infraestrutura e a de Serviços Públicos e Meio Ambiente;

Extinção da Secretaria de Juventude e Esportes, que foi transformada em uma coordenação ligada ao Gabinete do prefeito;

Extinção da Secretaria Extraordinária de Orçamento Participativo e Projetos Especiais, que foi transformada em uma diretoria também ligada ao Gabinete;

Extinção da Fundação de Ciência e Tecnologia, cujos trabalhos passam a ser realizados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e, agora, também de Ciência e Tecnologia.

 

Com informações: Jornal do Tocantins

© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare