SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
05/01/2011 - 00h12m

Mantega diz que governo vetará aumento do mínimo acima de R$540

 

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, avisou há pouco que o governo vai vetar, se o Congresso aumentar o valor do salário mínimo, dos atuais R$ 540, em vigor desde 1 de janeiro.

"Se vier alguma coisa diferente, nós vamos vetar", disse o ministro, sobre movimentos de parlamentares da oposição ao governo no sentido de aumentar o valor.

"Nesse momento, é temerário a gente aumentar. Acima desse patamar de R$ 540, aumentaria os gastos previdenciários e dificultaria resultados fiscais positivos", continuou Mantega.

Ele destacou ainda que um valor maior pode influenciar, negativamente, as expectativas dos agentes financeiros sobre a inflação.

Em entrevista que convocou para dizer que no futuro anunciará medidas para conter o derretimento da taxa de câmbio, o ministro da Fazenda explicou que o salário mínimo subiu de R$ 510 para R$ 540 obedecendo à política de reajuste em vigor.

"Houve uma elevação, aí, em cumprimento de uma política de aumento salarial acordada com os trabalhadores. É uma política que deve ser posta em prática, senão fica uma brincadeira", comentou Mantega.

Pelo acordo em vigor, o salário mínimo é reajustado com base na variação anual do INPC, acrescido do aumento do Produto Interno Bruto (PIB) dos dois anos anteriores.

Fonte: site UOL

© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare