SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
13/09/2013 - 00h19m

Fortalecimento da categoria e apoio popular - a experiência Mineira na luta pela categoria

 

Mostrar a sociedade de um outro olhar sobre a administração tributária. Essa é a visão defendida pelo presidente do Sindifisco de Minas Geral, Lindolfo Fernandes de Castro, que ministrou a palestra “Justiça Fiscal e Projeto Imposto Justo” no I Seminário “Fisco Forte, Estado Forte”, realizado pelo Sindicato dos Auditores de Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins – SINDARE e a Associação dos Auditores Fiscais do Tocantins – AUDIFISCO.

Lindolfo Castro é conhecido pela iniciativa de criar uma campanha estadual em Minas Gerais enfocando o Imposto Justo, que basicamente defende o pagamento de imposto proporcionalmente com a produção das empresas. A campanha deu tão certo que vem incomodando políticos de todo o Brasil. “Nós estamos incomodando porque defendemos os interesses dos trabalhadores. Somos atacados porque fazemos o debate que a função da arrecadação é atender as demandas sociais e não dar lucro aos empresários. Mostramos o sentido social do tributo, que é financiar a educação, a saúde, a segurança pública. O Estado deixa de arrecadar e depois alega que não tem dinheiro para pagar o piso do professor”, afirma.

Ainda segundo o palestrante, a ideia da Campanha surgiu na luta para melhorar a imagem do auditor fiscal, o fortalecimento da carreira, a mobilização externa e a ideia do sindicato cidadão. “Dialogar com a categoria e com a sociedade sobre questões que afetam a fiscalização e, em consequência, a classe trabalhadora, que sustenta o Estado, paga mais impostos e está à margem do debate sobre a reforma tributária. Nós lutamos para tornar o sistema tributário mais justo. Queremos mostrar à sociedade que, com o sistema tributário atual, o governo tira dos pobres para dar lucro às empresas”, defende Lindolfo.

Para o presidente do Sindifiscal de Minas Gerias, o fortalecimento da categoria se ergue em três pilares: Ação fiscal eficaz, capacidade de organização e reconhecimento da população. “Sem o apoio de toda a sociedade qualquer categoria de servidores públicos estará fadada ao fracasso”.

© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare