SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
10/11/2014 - 17h27m

Concursos na área de carreira fiscal para 2015

 

Sempre, no fim de um ano, sou arguido sobre as previsões para o ano seguinte. Essa me parece, ser uma tendência humana. Tentar conhecer o futuro mesmo antes da sinalização concreta dos eventos. Nesse conceito vou discutir hoje uma carreira bem promissora para o ano de 2015, a carreira fiscal. 

Essa carreira envolve muitos cargos, todos nas três esferas de poder. Estamos falando em auditores e analistas da Receita Federal, auditor fiscal da secretaria de fazenda de cada um dos estados e do distrito federal, os auditores fiscais das secretarias municipais de fazenda de cada um dos municípios brasileiros além do auditor fiscal do trabalho e por fim os auditores de controle externo dos Tribunais de Contas da União e de cada um dos estados, sem contar com os auditores dos tribunais de contas dos municípios do Rio de janeiro e São Paulo.

Os salários são bem variáveis, mas sempre são muito bons. Estamos falando em remunerações entre R$ 12.000,00 a R$15.000,00 nas esferas federais e estaduais, esses salários podem ser encontrados também nos grandes municípios. Grandes salários exigem grande esforço de preparação, não podia ser diferente, um concurso dessa área chega a ter 25 disciplinas envolvendo auditoria, contabilidade, muitas disciplinas da área de direito e várias da área de exatas. Disciplinas ligadas à área de administração são bastante comuns nesse tipo de concurso além do português, é claro.

O bom é que muitas dessas disciplinas são comuns a mais de um desses concursos, estudando para um estará estudando para vários concursos. O tempo médio de preparação é de dois anos, mas pode ser reduzido para menos da metade dependendo do conhecimento e da disponibilidade de tempo do candidato. Foco, dedicação e planejamento são fatores indispensáveis para quem pensa em concorrer para um desses cargos.

Agora que já dei uma visão geral da área fiscal, vamos olhar algumas oportunidades que se aproximam.  A Receita Federal tem um pedido no Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG) de 2000 vagas para os cargos de analista administrativo, analista tributário, auditor fiscal e assistente técnico administrativo. O pedido não tem prazo para ser avaliado mas como a fiscalização é a garantida de arrecadação do Estado, esses pedidos não são negligenciados por muito tempo. Esse concurso deve ocorrer no segundo semestre de 2015 e a banca organizadora é historicamente a ESAF.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) tem um pedido no MPOG de 800 vagas para auditor fiscal do trabalho. Esse é um excelente concurso para quem já esta estudando para a área fiscal, mas está próximo ao meio do processo de preparação, já que esse concurso possui muitas disciplinas específicas de trabalho e dificilmente quem está pronto para concorrer para Receita Federal ou para Secretarias estaduais de Fazenda se dispõe a estudar um grande volume de disciplinas novas.

Dos concursos da área fiscal da esfera federal, esse é o menos concorrido. Dependendo da situação do candidato vale um desvio. A Secretaria de Fazenda do Estado do Rio de Janeiro tem 50 vagas autorizadas para o concurso de auditor fiscal do Estado do Rio de Janeiro. A SEFAZ está em processo de escolha da banca, a última foi a Carlos Chagas e o concurso conseguiu ocupar somente a metade das vagas oferecidas. O próximo concurso deve ocorrer logo no primeiro semestre de 2015. Essas são apenas algumas oportunidades dessa área muitas outras surgirão ao longo do ano.

O importante é garantir que com o surgimento da oportunidade o candidato esteja com os estudos em dia para ter reais condições de ser aprovado em um desses concursos.

Fonte: http://www.sidneyrezende.com/

© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare