SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
31/01/2012 - 09h48m

CNJ aponta desvios de equipamentos pelo TJ-TO

 

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aponta que R$ 563.796,76 em bens doados pelo órgão ao Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ-TO) não foram localizados durante auditoria. O valor corresponde a 622 equipamentos entre computadores, notebooks, impressoras e estabilizadores, que foram entregues pelo CNJ com o objetivo de informatizar o Poder Judiciário.

A presidente do TJ-TO, Jaqueline Adorno, afirmou que os equipamentos estão em uso, no entanto, não foram localizados em função da não alimentação do sistema informatizado que reúne os dados patrimoniais daquela corte.


Assim como o TJ-TO, outros três tribunais regionais, tiveram suspensos os repasses de bens por parte do CNJ, até que regularizem a situação: Paraíba, Rio Grande do Norte e Goiá.
O relatório do CNJ, que dá conta da falta desses equipamentos nos tribunais regionais, foi concluído em 18 de novembro de 2011, e investigou 12 estados que, de início, apresentaram algum tipo de irregularidade no uso dos bens doados em 2010.


 Segundo Jaqueline Adorno, em uma inspeção pela qual o TJ-TO passou em 2010, detectou-se, entre outras coisas, um descontrole de patrimônio. "Em fevereiro de 2011, o CNJ veio e apontou esta falha. A partir daí o tribunal instituiu uma comissão para apurar as questões relativas ao patrimônio e a informática.

O Tocantins foi o primeiro a concluir o relatório e depois disso nós já recebemos novos equipamentos, como kits de servidores e storage", pontuou a presidente da corte.
De acordo com a presidente, a partir desse relatório encaminhado pelo TJ-TO, o CNJ voltou a apontar algumas inconsistências. "Criamos uma comissão e estamos em campo pra sanar todas as dúvidas, enfim, colocar o tribunal de forma regular perante o CNJ.

Temos até março para entregar um novo relatório."
Questionada se alguns desses equipamentos estão envolvidos em situações irregulares ou em desvio de utilização, Jaqueline respondeu que não. "Esses equipamentos estão nas comarcas, no entanto, ainda não sabemos quais são elas.

 No entanto, o sistema está sendo alimentado e esses equipamentos serão mapeados", disse.
Sobre a falha na alimentação do sistema patrimonial, Jaqueline afirmou que, após finalizar a apuração, serão tomadas as providências que se fizerem necessárias.



doação


O CNJ revelou em relatório que em torno de R$ 6,4 milhões em bens doados pelo órgão a tribunais estaduais desapareceram.  Conforme o conselho, as cortes regionais não sabem explicar onde foram parar 5.426 equipamentos, entre computadores, notebooks, impressoras e estabilizadores, entregues pelo CNJ para aumentar a eficiência do Judiciário.



entenda


Valor não localizado
R$ 563.796,76
O que corresponde a
622 equipamentos de informática.

 

Com informações: site JTO

© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare