SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
06/11/2014 - 09h45m

SINDARE e AUDIFISCO apoiam a Campanha Novembro Azul

 

Após o Outubro Rosa, todas as atenções se voltam para a campanha Novembro Azul, que tem o objetivo de promover a orientação e conscientização sobre o câncer de próstata na população masculina. Ciente da importância do assunto, O Sindicato dos Auditores da Receita Estadual do Estado do Tocantins – SINDARE e a Associação dos auditores Fiscais do Tocantins apoiam e fortalecem a iniciativa no Tocantins.

Realizada desde novembro de 2008, a campanha traz a tona uma questão polêmica: a realização do exame de toque para detectar a doença. Quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologista e, em 2014, a projeção é de que 12 mil vão morrer da doença em função da descoberta em estágio avançado.

Por conta disso, é importante o esclarecimento e o rompimento de barreiras acerca do assunto, pois o câncer de próstata atinge grande parte da população masculina. Como parte das atividades do Novembro Azul, monumentos importantes de diversas cidades brasileiras ganham iluminação cênica azul, para fortalecer a importância da campanha.

Números

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) mostram que este é o sexto tipo mais comum de câncer no Brasil e o segundo mais frequente em homens, após os tumores de pele. No ano passado, foram identificados mais de 60 mil novos casos da doença.

Considerada uma doença da terceira idade, devido ao fato de três quartos dos casos ocorrerem em homens acima dos 60 anos, o câncer de próstata pode demorar a se manifestar, o que exige exames preventivos constantes para não ser descoberto em estágio avançado e potencialmente fatal.

A doença acontece quando as células da próstata, glândula responsável, juntamente com as vesículas seminais, pela produção do esperma, começam a se multiplicar de forma desordenada. Como forma de prevenção é recomendado que todos os homens, a partir dos 40 anos, façam o exame de toque retal. Descoberta na fase inicial, a doença, quando tratada, tem baixa mortalidade.

© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare