SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
30/11/2011 - 16h06m

IMPRENSA NACIONAL DIVULGA ATOS ESCUSOS OCORRIDOS NO MINISTÉRIO DO TRABALHO

 
A revista Veja desta semana divulga matéria em que um determinado sindicalista de São Paulo acusa servidores do alto escalão do Ministério do Trabalho e Emprego de cobrarem propina para conceder o registro sindical de entidade classista. Segunda a reportagem, chegou-se a cobrar a cifra de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) para a concessão do registro sindical. O Ministério do Trabalho defende-se, dizendo que o registro não fôra concedido ao referido sindicato por questões judiciais. No mês passado a Revista Isto É já havia, também, publicado matéria com denúncias graves acerca de atos escusos supostamente ocorridos no mesmo ministério.
© 2018 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare