SINDARE - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins
16/04/2019 - 17h06m

E O REDAF, COMO FICARÁ?

Publicado por Weslene Rocha  

O SINDARE muito tem se preocupado, dentre outras demandas, com a perspectiva cada vez mais real do não recebimento do REDAF, parcial  ou mesmo no todo, ante às dificuldades de atingimento das respectivas metas estaduais. O SINDARE tem pugnado, além da supressão da necessidade da superação em 5% da meta estabelecida - bastaria o atingimento de 100% da meta - e também pugna por critérios mais justos e plausíveis no estabelecimento dessas metas. Os critérios ora vigentes são, manifestamente, equivocados e desraigados de aceitável senso lógico. 


O Secretário da Fazenda teria prometido de forma extra-oficial, eis que não foi para qualquer dos representantes classistas constituidos, que iria resolver essa situação. Ocorre que muitas das promessas no âmbito da SEFAZ não tem sido necessariamente cumpridas, dai porque a categoria põe as “barbas de molho” e, apreensiva e indignada, cobra a efetivação dessas promessas. O seu real cumprimento. É o mínimo que se pode esperar numa relação de confiança e de respeito.

© 2019 - SINDARE - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare